Segunda-Feira, 24 de Novembro de 2014

Trabalhadores em autoescolas de SP conquistam 47,5% de aumento no piso

Após muita mobilização com atos e manifestações em frente ao sindicato do patronal, os trabalhadores em autoescolas conquistaram o piso salarial de R$ 1.180,73 para instrutor. O aumento foi de 47,5% e será retroativo a 1º de janeiro. Além desta conquista, outros benefícios estão assegurados em novo Acordo Coletivo. "Na campanha salarial unificada, com outros sindicatos do interior, foi possível elevar o piso de R$ 800,73 para R$ 1.180,73.


Demonstramos nossa força e garra, rompemos com a intransigência patronal e fizemos valer o nosso direito", afirmou Valdir José Lima (foto), presidente do Sindicato dos trabalhadores em Autoescola e Despachantes do Município de São Paulo (Sintradete) e diretor da CGTB-SP. "Com o crescimento econômico do Brasil nos últimos anos, estamos na hora de dividir o lucro dos patrões. E esta vitória é fruto da união e determinação dos trabalhadores em Autoescolas e Despachantes".


"Esta é mais uma grande vitória que faz parte da história de luta do nosso Sindicato. Lembramos que no dia 2 de agosto do ano passado, conquistamos a regulamentação da profissão do instrutor de Trânsito em Autoescolas, com a lei 12.302/2010", ressaltou Valdir.


De acordo com o presidente da entidade, "fica demonstrado que com a categoria unida é possível romper com as barreiras e conquistar melhores salários, ambiente de trabalho mais produtivo e acabar de vez com a violência do assédio moral e sexual", concluiu.